segunda-feira, 28 de novembro de 2011

3 CIDADES INCRÍVEIS

Para mim, que conhece muito pouco ainda desse mundo...


Rio de Janeiro: Já estou perdendo as contas de idas á cidade maravilhosa e o curiosa é que nunca fico imune à ela. É automático: é só o avião (ou busão estacionar) pra gente começar a sambar, falar arrastado e nem querer saber de mais nada nessa vida. Tomar choop pela manhã não é pecado, correr no calçadão é terapia! O unico lugar em que o chá mate com limão é refrescante, flertar, flertar... Amo a Lapa, Ipanema, Barra e claro bossa nova.


Buenos Aires: Além da minha primeira viagem internacional, andar pela Florida Callee  ter a sensação de que o mundo é precioso e pequeno ao explorar um de seus cafés tradicionalíssimos, tomar sorvete (e tudo) com doce de leite típico argentino. Conhecer Puerto Madero a noite. Andar de taxi pegando fogo (acredite) e andar pelas ruazinhas de palermo Soho procurando um pub badaladíssimo pra fechar a noite.

São Paulo: Alguma coisa acontece no meu coração (,,,) Talvez isso é o que me convida a pensar sobre o existencialismo metropolitano. Se não existe amor em SP, o meu existe. Uma cidade que não dorme e as melhores baladas estão lá. A civilização do caos se manifestando todo o tempo. A rua Augusta das putas e boêmios (bar do netão) e a Avenida Paulista dos gays.

Nenhum comentário: